A Course Humanitaire é uma corrida a pé com caráter filantrópico. É um projeto educacional de Educação Física organizado pela APE e pela equipe de professores dos ciclos 2 e 3 (alunos do CP ao 6ème).

Course Humanitaire - Uma corrida a pé com caráter filantrópico organizada pela APE e corpo pedagógico do Lycée Molière.

Forte da Urca

A participação é opcional, e aberta aos estudantes de CP à Sixième. Os fundos arrecadados durante o evento são doados para uma organização não-governamental.

Contexto

A Educação Física à francesa é muito mais do que apenas esporte. Diante desse quadro, o corpo pedagógico do Lycée Molière e a APE desenvolveram um projeto esportivo que buscasse constituir uma rede de solidariedade, reunindo estudantes, corredores, organizadores, professores, direção escolar e voluntários dentro do mesmo espírito de generosidade. E assim, nasceu a Course Humanitaire.

Inspiração

A Agência para a Educação Francesa no Exterior (AEFE) aponta em seu último relatório de atividades que é necessário incentivar os estudantes, desde o maternal, a tomar iniciativas, assumir responsabilidades e ajudar-se mutuamente ao longo de seu aprendizado.

Nesse contexto, a educação física alinhada a um objetivo filantrópico pode desempenhar o papel duplo de veículo de formação cidadã e de cooperação educacional: se a primeira é benéfica para a saúde e o bem-estar dos alunos, a outra os prepara a tornarem-se cidadãos responsáveis e comprometidos com o bem comum.

Qual é a instituição beneficiada?

Na última edição do evento, a instituição escolhida foi o Projeto Favela Brass. Uma organização que oferece às crianças de uma comunidade carente situada ao lado do Lycée Molière, a oportunidade de aprender a tocar instrumentos de sopro.

Esporte Humanitário

A Corrida Humanitária é um projeto que permite aos estudantes, através da APE, engajarem-se na filantropia. Uma iniciativa que se encaixa perfeitamente no componente “esporte humanitário” do plano Horizon 2024 da AEFE. Este é mais um caso de parceria de sucesso entre o Lycée Molière e a APE.